CANAL FORA DO AR

https://www.youtube.com/canalforadoarofficial

  Como outros programas antivírus, o Microsoft Defender enviará arquivos suspeitos para a Microsoft para determinar se eles são maliciosos. ...

Microsoft Defender do Windows É Realmente CONFIÁVEL

 


Como outros programas antivírus, o Microsoft Defender enviará arquivos suspeitos para a Microsoft para determinar se eles são maliciosos. No entanto, alguns consideram isso um risco de privacidade e preferem que seus arquivos permaneçam em seu computador do que sendo carregados para terceiros.

 


NÃO CLIQUE AQUI: https://bit.ly/2UnOUZf ________________________________ - SAIBA MAIS SOBRE O ASSUNTO https://www.bleepingcomputer.com/news/security/how-to-stop-windows-10-defender-from-uploading-files-to-microsoft/ ________________________________ GRUPO CANAL FORA DO AR ICQ: https://icq.im/canalforadoar CANAL DO TELEGRAM: https://t.me/canalforadoaroficial NOSSO SITE: http://www.canalforadoar.com __________________________________

Quando o Microsoft Defender digitaliza seu dispositivo, por padrão, ele usará o recurso "Envio automático de amostras" para carregar arquivos para os servidores da Microsoft quando um arquivo é suspeito de ser malicioso.

A proteção baseada em nuvem da Microsoft analisará o arquivo e, se for determinado que ele é malicioso, fará com que o Microsoft Defender coloque o arquivo em quarentena no dispositivo.

Ao enviar arquivos, o Microsoft Defender carregará automaticamente executáveis e scripts, mas avisará o usuário primeiro para carregar um arquivo que pode conter informações pessoais, como um documento.

"Se o Windows Defender Antivirus estiver ligado, ele monitora o status de segurança do seu dispositivo. Ele prepara automaticamente relatórios para enviar à Microsoft sobre suspeitas de malware e outros softwares indesejados. Às vezes, o relatório inclui arquivos que podem conter malware."

"Arquivos que não são susceptivelmente de conter dados do usuário são enviados automaticamente. No entanto, você será solicitado a permissão se o Windows Defender Antivirus quiser enviar um documento, planilha ou outro tipo de arquivo que provavelmente contenha seu conteúdo pessoal", explica a Microsoft em uma página de privacidade do Windows 10.

Possível risco de privacidade?

Embora eu considere o upload de arquivos suspeitos para análise como um recurso benéfico, alguns usuários de antivírus consideram isso um risco de privacidade e podem querer desabilitá-lo.

"Talvez o mais importante, privacidade. Esses são meus arquivos, no meu computador, e lidos por um humano ou não, não quero que sejam enviados, certamente sem minha permissão", explicou um usuário do Windows 10 que queria desativar o recurso.

Submissões automáticas de arquivos também são uma possível causa para a repercussão entre o governo dos EUA e a empresa russa de antivírus Kaspersky.

Em 2015, a Kaspersky divulgou que havia detectado um conjunto de ferramentas de vigilância e hacking da NSA associadas ao misterioso "Grupo de Equações".

Essas ferramentas foram supostamente enviadas mais tarde do PC de um contator da NSA que trouxe as ferramentas para casa e as armazenava em seu PC doméstico, executando o antivírus Kaspersky. Quando o software os detectou como suspeitos, o programa antivírus os enviou para os servidores da Kaspersky, que na época, estavam na Rússia.



0 Comments:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.